Pirâmide Financeira é crime?

AVALIAÇÃO DE NEGÓCIOS UTILIDADE PÚBLICA

Saber como reconhecer pirâmides financeiras pode tirar você de um grande roubada, e por isso, recomendamos a leitura deste artigo caso você esteja pensando em trabalhar com marketing multinível.

O número de pessoas que buscam uma oportunidade de montar o seu negócio aumentou depois da crise econômica que atingiu o país.

Como o marketing multinível é um mercado com reais possibilidades de ganhos e crescimento, onde você pode montar um negócio próprio com baixo investimento, é natural esse interesse.

O problema é que infelizmente, são em ocasiões como essa que também aparecem as empresas que praticam a chamada pirâmide financeira.

A prática de pirâmide financeira é proibida no Brasil e configura crime contra a economia popular (Lei 1.521/51). Com promessas de retorno expressivo em pouco tempo, os esquemas de pirâmide financeira são considerados ilegais porque só são vantajosos enquanto atraem novos investidores. Assim que os aplicadores param de entrar, o esquema não tem como cobrir os retornos prometidos e entra em colapso.

Esses esquemas oferecem lucros baseados no recrutamento de novos participantes, e não na venda real de algum produto. Em alguns casos até há venda de produtos, mas eles normalmente são usados para ocultar o esquema fraudulento, produtos sem sentidos, que são encontrados gratuitamente ou com valores pequenos no mercado.

Como identificar uma pirâmide financeira? Algumas características frequentes são: Promessa de ganho fácil, lucro exorbitante, retorno garantido Promessa de ganhos extras ao indicar novos clientes Falta de informações sobre o produto oferecido Falta de informações básicas sobre a empresa responsável por cuidar do dinheiro e sobre seus donos Geralmente são negócios chamativos, que prometem lucros extraordinários e ganhos fáceis.

Qual a diferença entre marketing multinível e pirâmide?

 O marketing multinível, ou marketing de rede, é uma ferramenta legal, usada principalmente por grandes empresas de venda porta a porta, como Avon. O problema é que algumas empresas mal-intencionadas usam uma estrutura semelhante, até mesmo com a venda de algum produto como “disfarce”. No marketing multinível, os ganhos vêm principalmente da venda dos produtos. Nos EUA, há uma regra que estabelece que pelo menos 70% da receita seja proveniente das vendas. Caso contrário, teremos uma pirâmide, ou seja, uma estrutura que é mantida basicamente pelos investimentos feitos pelas novas pessoas que entram no esquema.

Segunda especialista em Direito Penal Empresarial, o marketing multinível baseia-se na distribuição de produtos e serviços por meio da indicação de distribuidores independentes, que recebem um bônus por isso, e seu modelo comercial é sustentável. Já na pirâmide, o sucesso financeiro e a remuneração dos líderes dependem mais das taxas de adesão —que podem tomar forma, inclusive, de aquisição prévia de produto, pagamento por treinamento, entre outras.

Deixe uma resposta